Guardian Cub e a compra de Gold no Wow

Essa semana a Blizzard anunciou, no site oficial de World of Warcraft, a chegada próxima de um novo pet ingame na Blizzard Store: o Guardian Cub. Não seria nenhuma novidade a princípio, apenas mais um ítem cosmético vendido por dólares, mas dessa vez o item traz uma novidade, bastante controversa.

Outros pets da loja, como o Pandaren Monk ou o Lil’ Ragnaros são BoA (Bind on Account), ou seja, o comprador paga o montante em dólares pelo pet e ele fica disponível em todos o personagens desta conta. O Guardian Cub, por sua vez, é Bind on Use, um item independente de qualquer personagem ou conta, até que seja usado (acrescentado ao inventário de pets).

wow-guardian-cub-gold-comercio

Por isso o Guardian Cub pode ser vendido ou trocado por qualquer item ingame, e a própria Blizzard comentou o fato como de acordo com os termos de uso. O comprador paga o valor em dólares na loja virtual e pode por exemplo, colocar o pet a venda na AH (Auction House), o que significa uma forma indireta e legalizada de comprar gold.

Teoricamente, isso é apenas uma maneira de fazer com que aqueles que não podem pagar em dinheiro real também possam ter o item, e isso, bem como o fato de que dois personagens na mesma conta não podem usar o mesmo pet, deve aumentar consideravelmente sua venda.

Mas o que assusta e iniciou discussões a respeito, é a suspeita de que esse Guardian Cub seja um primeiro indício da possibilidade de, num futuro próximo, a Blizzard abrir as portas para a compra e venda de gold direta, mais tarde até itens.

A Blizzard se esquiva, e coloca como exemplo os ítens de loot dos TCG (Trading Card Game), que também podem ser vendidos ingame. Mas a grande diferença é que nos itens do TCG existe a chance de consegui-los, já o Guardian Cub é uma forma direta de se conseguir Gold – você paga em dólar e tem a certeza de ter o item a disposição para a venda ingame.

Diablo III – outro jogo do fabricante com lançamento próximo – terá de fato uma economia real: todos os ítens podem ser comprados e vendidos por dinheiro de verdade. E apesar de ser um jogo diferente (não é um MMO), onde a aquisição de itens por um player não influencia diretamente a progressão de outro player, o fato rende assunto e gera suspeitas.

A cada novo patch ou expansão, a Blizzard tem se esforçado para que World of Warcraft seja sempre mais rentável, seja facilitando-o para os casual players ou diminuindo o intervalo entre as expansões. Enquanto isso, entre anúncios de novas formas de venda de gold, possíveis anúncios na Blizzcon no próximo dia 20, e a chegada de Deathwing no próximo patch, pensamos aqui:

Qual será de fato, e quando, o verdadeiro Cataclysm no Wow?

Clique pra curtir a página no Facebook

 

Comenta aí embaixo pra compartilhar no Facebook!

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *