Os Antigos Deuses e a nomeação de Azeroth

Capítulo 1.3 . The Old Gods and the Ordering of Azeroth

Ignorando a intenção de Sargeras em destruir seu extenso trabalho, os Titãs continuaram indo de um mundo à outro, modelando e ordenando cada planeta como eles gostariam. Em sua jornada, se depararam com um pequeno mundo, cujos habitantes mais tarde chamariam de Azeroth. Enquanto os Titãs trilhavam seu caminho pela paisagem primitiva, eles encontraram alguns seres elementais hostis. Esses elementais, que adoravam uma raça sem igual de seres malignos conhecidos como Old Gods (Antigos Deuses), juraram expulsar os Titãs e manter o seu mundo intocado pelas mãos metálicas dos invasores.

O Panteão, preocupado com a inerente maldade dos Old Gods, travaram guerra com os elementais e seus mestres das trevas. Os exércitos dos Old Gods eram liderados por poderosos generais elementais: Ragnaros – The Fire Lord, Therazane – The Stonemother, Al’Akir – The Windlord; e Neptulon – The Tidehunter. Suas forças caóticas assolaram a face do planeta e enfrentavam os colossais Titãs. Embora os elementais fossem poderosos, além da compreensão mortal, suas forças combinadas não podiam deter os Titãs. Um a um os lordes elementais caíram, e suas forças foram dispersadas.

O Panteão destruiu a cidadela dos Old Gods e aprisionou os quatro deuses do mal, suficientemente longe da superfície do planeta. Sem o poder dos Old Gods para manter seus furiosos espíritos no plano físico, os elementais foram banidos à planos abissais, onde iriam competir uns com os outros por toda a eternidade. Com a partida dos elementais, a natureza acalmou, e o mundo se estabilizou em serena harmonia. Os Titãs viram que a ameaça foi contida, e iniciaram seu trabalho.

Eles designaram algumas raças para que os ajudassem a moldar o mundo. Para ajudá-los a esculpir as cavernas subterrâneas, os Titãs fizeram anões – os Dwarves, a partir de rochas vivas e mágicas. Para ajudá-los a sulcar os mares e ascender a terra a partir do mar, os Titãs criaram os imensos, porém gentis Sea Giants. Por muitas eras os Titãs moveram e modelaram a terra, até que restasse finalmente um único e perfeito continente. No centro desse continente, desenharam um lago de energias cintilantes. O lago, que eles chamaram de Well of Eternity (Fonte da Eternidade), deveria ser a fonte da vida daquele mundo. Suas potentes energias o iriam nutrir, e permitir que a vida criasse raízes em seu terreno fértil. Ao longo do tempo, plantas, árvores, monstros e criaturas de todos os tipos começaram a prosperar no continente primitivo. Ao cair da noite do último dia de seus trabalhos, os Titãs nomeram este continente de Kalimdor: Terra da eterna luz das estrelas.

Próximo Capítulo: A Tarefa dos Dragões

Wow Lore

Tradução: Éric Coutinho

.

Clique pra curtir a página no Facebook

Comenta aí embaixo pra compartilhar no Facebook!

You may also like...

2 Responses

  1. Maka Albarn says:

    Kalimdor:Terra da Eterna Luz das Estrelas/Perfect *-*

  2. Maka Albarn says:

    Kalimdor:Terra da Eterna Luz das Estrelas – Perfect *-*

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *