O Retorno de Archimonde e a Viagem a Kalimdor

Capítulo 5.3 . The Archimonde’s Return and the Flight to Kalimdor

Warcraft Lore . The Return of the Burning Legion: Archimonde Returns and the Flight for Kalimdor

Assim que Kel’Thuzad se recuperou totalmente, Arthas liderou a Scourge até Dalaran. Lá, Kel’Thuzad deveria obter o poderoso livro de magia de Medivh, e usá-lo para evocar Archimonde de volta ao mundo. A partir daí, o próprio Archimonde lideraria a última invasão da Legião. Nem mesmo os magos do Kirin Tor puderam impedir as tropas de Arthas de roubarem o livro de Medivh, e logo Kel’Thuzad tinha tudo que precisava para conjurar Archimonde. Depois de dez mil anos, o poderoso demônio e sua tropa emergiram novamente no mundo de Azeroth. Mas Dalaran não era seu destino final. Sob as ordens do próprio Kil’jaeden, Archimonde e seus demônios seguiram a Scourge até Kalimdor, inclinados a destruir Nordrassil, a Árvore Mundial.

Em meio a todo esse caos, um solitário e misterioso profeta apareceu para orientar as raças mortais. Esse profeta era Medivh, o último Guardião, miraculosamente retornando do além para se redimir de seus pecados do passado. Medivh alertou a Horda e a Aliança sobre os perigos que enfrentariam e orientou-os a se unirem. Desgastados por gerações de ódio, tanto os Orcs como os Humanos não atenderiam. Medivh foi forçado a fazer acordos com cada raça separadamente, utilizando de profecias e astúcia para guiá-los pelo mar, para as lendárias terras de Kalimdor. Orcs e Humanos logo encontrariam a civilização há muito escondida dos Kaldorei.

Warcraft Lore: Grom Hellscream vs CenariusOs Orcs, liderados por Thrall, sofreram uma série de contra-tempos em sua jornada pelos terrenos áridos de Kalimdor. Apesar da amizade conseguida com Cairne Bloodhoof e seus poderosos guerreiros Tauren, muitos Orcs começaram a sucumbir diante da demoníaca sede de sangue que os havia infectado por muitos anos. O maior general de Thrall, Grom Hellscream, traiu a Horda quando se entregou à Burning Legion, e bebeu o sangue de Mannoroth, o que era a fonte primordial da sede de sangue dos Orcs. Com Hellscream e seu leal Warsong clan espreitando as florestas de Ashenvale, logo entraram em combate com as antigas Sentinelas Night Elves. Certo de que os Orcs retomariam seus hábitos de combate, o semi-deus Cenarius apareceu para forçar o retorno dos Orcs. Porém Hellscream e seus Orcs, subjugados por ódio e fúria sobrenaturais, conseguiram matar Cenarius e corromper suas florestas ancestrais. Por fim, Hellscream resgatou sua honra ao ajudar Thrall a derrotar Mannoroth, o próprio mestre demoníaco que amaldiçoou os Orcs com sua linhagem de ódio e fúria. Com a morte de Mannoroth, a maldição sanguinária dos Orcs finalmente chegou ao fim.

Enquanto Medivh tentava convencer Orcs e Humanos da necessidade de se aliarem, os Night Elves combatiam a Legião de suas próprias maneiras. Tyrande Whisperwind, a imortal High Priestess (alta-sacerdotisa) das Sentinelas Night Elves, lutou desesperadamente para manter os demônios e undeads longe das florestas de Ashenvale. Tyrande sabia que precisava de ajuda, então despertou os Druids de seu sono milenar. Chamando por seu amor ancestral, Malfurion Stormrage, Tyrande obteve sucesso em reanimar suas defesas e forçar o recuo da Legião. Com a ajuda de Malfurion, a própria natureza despertou para a conquista da Legião e seus aliados da Scourge.

Enquanto buscava por mais Druids em hibernação, Malfurion encontrou a prisão ancestral onde havia trancado seu irmão, Illidan. Convencida de que Illidan o ajudaria contra a Legião, Tyrande o libertou. Apesar de Illidan os ter ajudado por um tempo, por fim acabou fugindo em busca de seus próprios interesses.

Os Night Elves apoiaram a si mesmos e combateram a Burning Legion com seriedade e determinação. A Legião jamais desistiria de seu desejo pelo Well of Eternity, por ser ela a origem do poder da Árvore Mundial (World Tree) e do próprio coração do reino Night Elf. Caso seu planejado ataque à árvore tivesse sucesso, os demônios literalmente destruiriam o mundo.

Próximo Capítulo: A Batalha do Monte Hyjal

Wow Lore

Tradução: Éric Coutinho

.

Clique pra curtir a página no Facebook

Comenta aí embaixo pra compartilhar no Facebook!

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *