O Fantasma de Icecrown Citadel

Final de expansão, The Wrath of The Lich King
Meu grupo está bem entrosado, wipando seguidamente na Sindragosa por quase 1 mês em Icecrown Citadel, mas progredindo, aprendendo a luta, questão de tempo…

Até surgir problemas entre os membros do grupo, tentarem expulsar dois deles sem nenhum motivo realmente justo. Eu compro a briga, pois se há problemas precisamos resolver juntos. Mesmo que existam as diferenças, somos um grupo fixo de raid, e viemos desde o primeiro wipe no Marrowgar. Não se joga fora um trabalho de equipe desses por bobagens.

Eu estava errado.
O grupo se dissolve, e dias depois alguns membros convidam os restantes pra um novo grupo, obviamente excluindo aqueles dois, e eu incluso.

Agora falta 1 mês para o lançamento da próxima expansão

Um dos que foram expulsos vai pra outra guild, o outro sendo tanker e com gear, arruma um grupo bom, misto com outra guild, Kingslayer em uma semana… eu sem grupo, depois de 5 meses indo 3 vezes por semana à ICC. Penso em não raidar mais, afinal é um saco ter que lidar com pessoas, prefiro jogar sozinho mesmo. Mas não, era um desafio ser Kingslayer… e perdi.

E logo vem aquela multidão de pensamentos relacionadas a um novo começo, com a nova expansão. Vim jogar na Blizzard somente em janeiro de 2010, antes em private servers. Perdi Naxxramas, perdi Ulduar (!!!), cheguei tarde demais em ICC. Mas uma nova expansão vem aí, e dessa vez vou pegá-la desde o início, e o trauma ICC/Kingslayer nunca mais vai me perturbar…

Dezembro de 2010 – Cataclysm
Minha guilda passou por sérios problemas, muitos saíram, só começamos a raidar em março, e entro no único grupo 10 man que a guilda conseguiu montar. Estamos indo toda semana a Bastion of Twilight e Blackwing Descent, em breve iremos também a Throne of the Four Winds.

Não é uma progressão rápida, mas vinha sendo divertida e prazerosa.
Só que, como sempre em meus ciclos, fui perdendo o interesse, mas ainda assim comparecia às raids, sempre antes do horário, tudo certinho. Um dia eu realmente queria MUITO faltar, e pedi que colocassem alguém no meu lugar, e caso não conseguissem me avisassem, que não deixaria furo. Infelizmente ficaram chateados e tomaram como falta de compromisso. Talvez preferissem uma mentira, atrasos constantes… Sei lá, não entendi mas tudo bem.

No dia de raid seguinte a mesma coisa, sem vontade nenhuma. Não ia inventar uma mentira, e sabia que um pedido pra ficar uma semana de fora não seria bem recebido. Então decidi, contrariado, a deixar de vez o grupo de raid, melhor assim.

E agora continuo jogando todos os dias, só que em outro server, experimentando novas experiências ingame, um novo começo de fato, mas ainda muito distante do end-game e sem nenhuma pressa pra chegar. Tenho sentido prazer em jogar, mais que uma obrigação ou compromisso. Eu sinto prazer nas raids, sentia com esse grupo, mas não lidei muito bem com a idéia de ser cobrado a esse ponto. Hoje experimento a infância do Wow, lendo quests, andando a pé, feliz com uma bag nova de 16 slots.

Clique pra curtir a página no Facebook

Mas o fantasma do Kingslayer, de Icecrown Citadel está lá, espreitando
… e o tempo passa.

Comenta aí embaixo pra compartilhar no Facebook!

You may also like...

22 Responses

  1. Ednardy says:

    cara…eu vo começara raidar hardmente agora!! tenho medo que isso aconteça!! pelo menos a galera da guild e tranquila! quando eu tava com lag q pedia pra sair nego ñ brigava ñ!! so espero q continuem assim!! =P

    • Ericz says:

      Lá é relax também, não é hardcore.
      já aconteceu essa de lag por exemplo, é coisa que não tem como controlar.

  2. Eikani says:

    Bag de 16 slots? Onde você conseguiu? =P

    Meu grupo até entende o fato de não ir simplesmente por não estar legal, no clima – desde que avisado com a devida antecedencia. É algo que, mesmo você tendo compromisso, aparecendo, com comida, flasks e disposição, pode afetar seu desempenho, então não deveria ser desconsiderado. E é triste preferirem uma desculpa qualquer, realmente.

    A boa notícia é que se você ainda não é Kingslayer tá facinho… agora se quiser ser Defener of a Shattered World… vamos dar as mãos e torcer pra que tudo melhore.

    • Ericz says:

      Ah, a bag foi a de reputação, não tem exatamente o mesmo gostinho da primeira Mooncloth ou Netherweave Bag mas já serve. 😛

      E peguei o título, mas já no Cataclysm, daí não tem a menor graça. Aliás, deveriam ter tirado esse título do achievement com a chegada da expansão. Seria um indicativo de quem realmente conseguiu superar o tal desafio.

      Mas então, eu percebi isso do teu grupo quando você comentou uma vez que não ia raidar por não estar muito legal. E é exatamente isso, eu fui uns dois dias sem vontade, mas sabia que estaria lá 100%. Já no dia que pedi replace eu tinha certeza que estaria desatento.

      Mas tudo bem, eu nem cheguei a conversar nada a respeito com ninguém, simplesmente saí pra não ter que lidar. Talvez explicando melhor rolasse, sei lá. Não culpo o grupo de jeito nenhum, nem fiquei “magoadinho” (hahahha), me omiti também.

    • Coxinha says:

      8) Eu sou…mas nem muda nada, eh soh mais um titulo na listinha.

  3. Rokald says:

    Sei lá, levo o jogo muito a sério, então amigos amigos, raids a parte.
    posso falar com toda certeza que meus amigos in game não são as pessoas que eu raido, não que eu deixe de ser amigavel com as pessoas que raido mas prefiro tomar uma atitude um pouco mais, proficional, quanto a raids.
    acho que pra mim a melhor solução foi realmente fazer esta separação de amizade e raids pois se eu tomo um replace ou se dão replace em outro, ou simplismente conou saiu, fica sem rescentimentos, pq a unica intenção de parceria entre as 25 pessoas ali é a progreção.
    Não levo amigo para ser rushado, nem se for meu melhor amigo.

    bem. opinião minha, dura verdade. porem, amigos amigos, raids a parte…

    • Coxinha says:

      Tenho um amigo que me rusha em BH, mas eh soh em BH. ^^

    • Ericz says:

      Eu concordo com isso, mas aí nem acho que seja uma questão de amizade.

      • Rokald says:

        eu falo issu pq tipo, um cara tah durmindo na raid mas presisa do loot, conando pakass, ai vo lah, do replace no cara e o cara eh meu amigo, ai o cara fica de cara virada pra mim pq dei replace, por issu prefiro ter essa atitude de ser AMigavel com pessoas da raid, n amigo, pq ai n tenho esse problema de levar na amizade.

      • Ericz says:

        Mas ter replace serve pra isso mesmo. Tá ruim, troca.
        E amizade não pode atrapalhar progressão, a não ser que seja grupo de raid for fun apenas.

        • Rokald says:

          acontece que tem gente, (e não é a minoria) que quando toma replace, fica com a cara virada.

          eu confesso que quando eu tomo replace eu fico um pouco chateado, + considero issu como uma falha minha então n fico chateado com os outros, e sim comigo por ter errado. xD

  4. Coxinha says:

    Eu jah tenho 2 bags de 16, a de orgrimmar e a de troll. =D

    Eu consegui matar o LK bem no final da espansao, com a guild que a Eikani esta, na Vendedores de Reagentes eu consegui matar em 25man Heroic, depois de muitos wipes ateh todo mundo aprender a se mexer, mas deu certo. =]

    Eu realmente fico muito feliz raidando, mesmo que role wipes atras de wipes, nao ligo mto pra isso nao. Estou realmente feliz por conseguir a progressao que eu queria, mas fico triste com pessoas idiotas que nao tem compromisso com o jogo, quer faltar uma vez ok, agora duas seguidas!? Nao, saia do grupo que eh melhor mesmo, agora o foda eh quando o cara se enche de epic, heroic e etc e depois some, falando que cansou de jogar.

    Parei senao sai um livro -.-

    • Ericz says:

      Acontece.
      O que acho escroto é se equipar e sair pra outra guilda.
      Qual seria a solução então pra quem não vai mais raidar? Dar DE nos epics tirando print pra provar? =/

      • Rokald says:

        as vezes a questão não é nem esta,.
        o que mais acontece eh uma pessoa quer fazer apply numa guild que está raidando heroic, mas a gear que ele está n condiz.
        ele acaba usando outras pessoas para atingir seu objetivo.

        eu sou contra issu, que fique dito.

  5. Paladino do Cerrado says:

    O fantasma sussurra…
    É sei como é!

  6. Chipits says:

    É, assunto beem tenso, não posso opina muito, pq até agora jogando só em private (não me matem :S) não da a mínima vontade de raidar digamos “hardcore” pelos motivos óbvios.
    Enfim, deve se complicado lidar com isso…

  7. Bronson.Bwowteco says:

    #foreveralone
    minha guilda está morta desde kharazan qdo tínhamos 2 raids, 50% mudou de server (hakkar) já no LK e nunca houve uma raid full membros da guilda. Dos 50% que mudaram pro hakkar, apenas 5% ainda jogam desses 5% apenas 1% continua no server os d+ foram pro Warsong de horda. E eu me encontro nesses 1%. T-T
    Eu já desencanei de raid, por falta de tempo e decepção, por isso atualmente sou #foreveralone.

  8. Caneloni says:

    Acho q a grande maioria sabe bem o q é essa falta de motivação, pleo menos uma vez na vida.

    Tou um pouco assim, mas a vontade de terminar o conteúdo ainda é maior. Só que é um saco quando tem player na grupo que PRECISA q vc fique dizendo: junta… separa…

    Galera quer tudo de mao beijada, mal fazem o minimo.

    Pretendo uma reformulação no grupo que raido, em breve, pra ver se as coisas se acertam.

    Vc tá num server RPG, né? aposto… hehehe 😛

    • Ericz says:

      Como assim reformulação no grupo que raida?
      (pros que não sabem, era o meu xD)

      Me senti mal com a reação ao meu pedido de falta aquele dia, daí juntou com a pequena (e passageira) desmotivação, achei melhor ficar de fora. Mas tem essa de fechar o conteúdo sim, isso fica martelando na minha cabeça ainda.

      Apostou certo. 😀

  9. CHIUAUA says:

    “…Não é uma progressão rápida, mas vinha sendo divertida e prazeirosa.”

    PRAZEROSA.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *